Rede Integrada da Região Metropolitana de Porto Alegre

A Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) atualmente é formada por 32 municípios e sua população total é de 3.978.470 habitantes.  Deste total, 87% (3.437.175 hab.) se concentram em apenas 14 municípios: Alvorada, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Estância Velha, Esteio, Gravataí, Guaíba, Novo Hamburgo, Porto Alegre, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul e Viamão. São estes municípios que originaram a região em 1973 e, por sua vez, são os mais conurbados da região.

A conurbação entre estes municípios se fortaleceu no decorrer destes 40 anos de RMPA, e somados ao crescimento econômico e populacional surgiu a demanda por melhorias de infraestrutura e alternativas de transporte. Entre obras, projetos e propostas houve o Plano Integrado de Transportes e Mobilidade Urbana, o PITMUrb. Um plano desenvolvido entre 2003 e 2009 que visa de promover a racionalização da rede de transportes baseada na integração e na implementação de tecnologia para maior eficiência do sistema de transporte coletivo.

A área de estudo do PITMUrb foi definida levando em conta aspectos como população, renda, número de viagens, entre outros. Na época, 31 municípios integravam a RMPA, destes, apenas 12 fizeram parte das análises: Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Porto Alegre, São Leopoldo e Sapucaia do Sul.

A abrangente investigação do PITMUrb apontou os eixos mais carregados de passageiros e foi capaz de prever sobre-carregamento de determinados eixos. Desta forma, o estudo indica pontos onde deveria haver melhorias na infraestrutura para maior fluidez do transporte público. É, por exemplo, baseado neste plano o projeto do Metrô e as obras do PAC2 Mobilidade Grandes Cidades. Entretanto, apesar de bem abrangente no plano não foram levantados os sistemas urbanos dos municípios.

Neste contexto, este projeto busca viabilizar e consolidar uma rede integrada levando em conta cada sistema existente, seja este urbano ou metropolitano,  investigando seu funcionamento, atualizando dados de renda, população, condicionantes de infraestrutura, obras previstas, terminais existentes e em de projeto, análises de sintaxe espacial. Para assim, seguindo os parâmetros de integração e troncalização previstos no PITMUrb, alcançar uma rede integrada e única, racionalizada de forma a reduzir custos operacionais. Atualmente o usuário arca com os custos do sistema por meio da tarifa, mas, também, indiretamente na falta de qualidade e investimentos do serviço.

Em caso de interesse em saber mais sobre este projeto; abaixo é possível fazer download da brochura completa em PDF com todos gráficos, esquemas, análises e propostas, bem como o vídeo que resume este projeto. A equipe técncia que trabalhou nesta proposta é formada por Diogo Pires Ferreira, Fausto Bugatti Isolan, Reinaldo Germano dos Santos, Bibiana Pombo e Carolina Grubert. Este trabalho também contou com a supervisão técnica da Cristina Piovesan, bem como a colaboração direta do escritório do PAC da Metroplan, na ocasião composta pela equipe Jayme Keunecke Jr., João Salvi, Maria Rita Soares, Patrícia Cruz, Reginal Krumholz e Rafael Monteiro, sob coordenação de Pedro Arújo.

Faça download do PDF neste link: https://goo.gl/UNGvcb

Vídeo disponível no youtube: https://www.youtube.com/embed/4SFpcFF5k2g